top of page
  • grupothv

Qual o segredo para uma boa lista de metas?



Recentemente eu fiz uma postagem no meu Instagram (@fabianagauy) sobre o assunto de definição de metas e hoje quero aproveitar para detalhar mais o assunto com você.


Você entendeu que para você faz sentido ter uma lista de metas. Você já sabe que quer alcançar algo em 2023 mas ainda está apenas nos sonhos e não colocou nada no papel (Objetivo: Eu quero emagrecer esse ano. Mas ainda não definiu o que de fato precisa fazer para atingir esse objetivo e nem quantos quilos são viáveis até o dia 31/12). Ou ainda, você já sabe, já registrou as suas ideias, porém, o que é muito comum, acaba tendo dificuldades de definir uma meta real e atingível com a sua realidade


Um ponto importante é entender com clareza onde quer alcançar e colocar isso em termos específicos. Não defina metas em excesso: É muito comum ter metas muito etéreas, como "Ser feliz". " Ganhar mais dinheiro", "Ter mais saúde". A primeira dica é refletir:

  1. O que mudaria na minha vida se eu fosse mais feliz?

  2. Que atitudes práticas eu poderia ter no meu dia a dia que me faria mais feliz?

Uma dica é você escolher até 3 metas específicas para cada área, como: Família - Saúde - Trabalho - Conhecimento. Exemplo: Vida pessoal: Sair mais com meus amigos, ter um hobby, e ler mais.


Acho que até aí a maioria faz ou já fez em algum momento esta reflexão. Mas ela é apenas o primeiro passo. O mais comum é tropeçarmos nos outros. Ok, já sei que você pode estar surpreso e se perguntando: "Uê! Não é só fazer uma lista?" (fui mineira agora na expressão, né !). Sim, tem outros passos.


Segundo passo, avalie como você vai mensurar cada meta. Onde você está hoje em cada uma delas. Por exemplo, na meta "ganhar mais". Quanto você ganha hoje e quanto você quer ganhar a mais? Para conseguir ganhar o que quer, quanto terá que ganhar a mais a cada mês? O que você irá precisar fazer para conseguir isso, trabalhar mais, mudar de negócio, ampliar o seu negócio, divulgar mais o que faz? . Ou ainda a meta "fazer atividade física", o que você irá usar para mensurar, tempo de academia, performance, ganho de músculo? Só desta forma você conseguirá acompanhar mês a mês o quão perto ou longe você está das suas metas.


Terceiro passo, se debruce novamente na sua lista de metas e reflita: "Você listou metas realistas? É possível você conseguir o que está pensando, considerando suas habilidades, suas competências, o tempo que você tem para se dedicar?". Se sim, bola para frente. Se não, refaça os passos anteriores. Cuidado com a comparação: Não adianta traçar uma meta praticamente inatingível com a sua realidade de hoje baseado na comparação com outras pessoas que vivem uma realidade diferente de você, isso pode gerar um efeito de frustração.


Quarto passo: "Minha lista é alcançável neste ano? O que eu consigo fazer considerando este tempo? Que expectativas são razoáveis de execução?". Novamente reflita sobre as etapas a serem seguidas a cada dia, mês e ao final do ano. No que e até onde você quer se esforçar para conseguir?


Quinto passo: Agora que você já sabe onde chegar e o que precisa fazer especificamente para isso, é importante ter suas metas saiam do rascunho e sejam descritas/registradas e visíveis, para você se manter autogerenciável. É como uma bússola que dita o norte em direção ao seu alvo ao longo de todo o ano.


Sexto passo: marque uma data para avaliar a evolução das suas metas. Pode ser diariamente, semanalmente, mas não passe de mensal. É importante manter o foco! O objetivo é avaliar os seus progressos e dificuldades, para refletir os ajustes necessários. É comum durante o percursos nos deparamos com facilidade ou dificuldades não previstas!


O que achou da dica?


Se você ainda não me segue nas redes sociais é só clicar no link: @fabianagauy Toda semana eu posto conteúdos das minhas experiências ao longo dos anos na psicologia.



40 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page